Quais são os diferencias da Veretech ?

Conheça abaixo quais são os principais diferenciais de nossa empresa

Know-how de Mercado

Anos de parcerias com empresas sólidas permitiram que a Veretech dominasse conhecimentos importantes para moldar ferramentas eficientes para cada ramo de ativides.

Preços Acessíveis

Muitas empresas escolhem a Veretech para iniciar projetos de informatização. Nosso preços são atrativos e adequados com o mercado. Softwares de qualidade com baixo investimento.

Busca da Excelência

Sempre atentos as mudanças a Veretech procura oferecer em suas soluções recursos cada vez mais eficientes e precisos. Proporcionar tecnologia para empresas é o nosso negócio.

Ética e profissionalismo

Há quase 20 anos no mercado, trabalhando com várias empresas que concorrem no mesmo segmento, a Veretech sempre se preocupou com a ética e transparência nos relacionamentos com os clientes, passando confiança e credibilidade.

Suporte Personalizado

Com uma equipe sólida, praticamente nula a rotatividade de profissionais, treinamentos constantes fazem com que nossa equipe de suporte conheça exatamente a necessidade de cada cliente.

Segurança da Informação

Utilizando as mais modernas tecnologias de segurança, suas informações estarão sempre protegidas. Temos adotados politicas de segurança cada vez mais sofisticadas para garantir proteção total para sua empresa.

Porque devo informatizar minha empresa ?

Veja abaixo os principais motivos para você informatizar sua empresa o quanto antes

Informatizar

Na atualidade o empreendedor que ainda administra sua empresa através de anotações, planilhas, papéis ou processos manuais precisa atualizar estes processos utilizando a tecnologia como ferramenta vital para a sobrevivência no mercado. Não utilizar um sistema pode prejudicar o desempenho da sua empresa e até mesmo levar o negócio a fechar suas portas.

Cada segmento tem características específicas para funcionar. Um software adequado ao setor já vem com rotinas definidas para atender os processos, respeitando um fluxo ideal e com todas as informações necessárias para o funcionamento da empresa. Por isso é importante a empresa buscar um software que atenda especificamente seu ramo de atividade dispensando rotinas desnecessárias, focando no que realmente lhe traz resultados e proporcionando crescimento.

Clientes, fornecedores, finanças, estoque e vendas são as principais áreas que necessitam ser informatizadas. A grande vantagem de implementar um software de gestão em sua empresa é que a apuração das informações geradas por essas áreas passam a ser instantâneas. Com isso, avaliar o desempenho e tomar decisões tornam-se tarefas mais ágeis e precisas.

Com o software, os custos relativos aos processos manuais são eliminados. Tarefas que levariam muito tempo para serem executadas por um funcionário são realizadas de maneira automática e com mais segurança em uma aplicação. Outro benefício, é que um sistema adequado para seu negócio permite realocar a mão de obra usada antes em atualizações de dados manuais, para a execução de outras atividades. A empresa encontra mais tempo e recursos disponíveis para desenvolver e oferecer novos produtos e serviços para o mercado.

Evitar o retrabalho e redigitalização de informações. Um lançamento realizado pelo setor de faturamento gera informações para o setor financeiro. As vendas realizadas alteram o estoque e acionam a reposição pelo departamento de compras ou produção. Todas essas rotinas integradas fazem a empresa fluir nos seus processos tornando as informações precisas e seguras para uso de cada setor e para sua gestão.

Por onde devo começar?

Veja abaixo as dicas para obter sucesso na implantação de um software em sua empresa

Você sabe o que sua empresa faz?
Essa é a primeira questão a ser respondida antes de escolher o software de gestão (ERP). É preciso entender o que sua empresa necessita controlar, levantar as regras de negócios, políticas de preços, características de produtos e formas de comercialização, sequências de processos e rotinas.
Todas essas informações devem ser levantadas e bem definidas, dessa forma consegue-se com clareza estabelecer qual tipo de software procurar.
Após identificar as necessidades é preciso procurar um software que atenda especificamente o seu ramo de atividade. Não existe um software genérico que atenda todos os segmentos de mercado.
Muito comum encontrarmos modelos de gestão diferentes dentro do mesmo segmento, isso está diretamente ligado a cultura e nível de conhecimento. É ainda mais complicado quando se trata de empresa familiar.
Um software que já tenha embarcado o know-how do seu segmento provavelmente já responde e contemple todas as lacunas das necessidades levantadas no item citado acima. O ideal é que você experimente, teste, simule situações reais de sua operação. Não economize tempo para essa rotina, ela será a mais crítica e dará a resposta do sucesso ou frustração da sua implantação.
Muito comum nessa fase é identificar as customizações e personalizações. Verifique se a empresa fornecedora permite, negocia esse tipo de ajustes, avalie os custos e se realmente são importantes ou apenas costumes que podem ser substituídos.
Vale lembrar que as customizações custam dinheiro, coloque tudo na ponta do lápis ou continue procurando um software que esteja mais próximo do que é ideal para o seu negócio.
Muitas empresas fazem o caminho inverso. Primeiro se programam para adquirir hardwares, compram computadores, impressoras, estruturas de redes e outros equipamentos. Na maioria dos casos até pode funcionar, mas não é recomendado.
O correto é verificar com a empresa que vai fornecer o software qual o hardware melhor atenderá a demanda. Dependendo do recurso do software alguns itens como impressoras térmicas, impressoras de textos, leitores ópticos entre outros serão necessários.
Verifique quais os pré-requisitos que o fornecedor de software exige, principalmente por conta da compatibilidade entre software e hardware, siga atentamente o fabricante do equipamento indicado.
Outro fator muito importante é verificar quais os softwares adicionais deverão ser licenciados. Licenças de servidores, banco de dados entre outros. Procure softwares que tenha bancos de dados gratuitos caso a empresa possua um porte pequeno e um volume baixo de transações.
Definido o software, testes concluídos agora vem alguns dos fatores mais importantes, envolver e motivar as pessoas que serão responsáveis para fazer a "coisa andar".
Uma implantação apoiada pela direção e gerência faz com que a equipe compre a ideia, diminuindo as resistências as mudanças e promovendo o sucesso do projeto.
A diretoria deve se posicionar com firmeza, expondo a real importância dessa mudança para o crescimento da empresa.
Em empresas que comercializam bens, indicamos que a implantação se inicie em tudo que gire em torno do estoque. Cadastrar produtos, definir preços, regras tributárias, classificação de grupo, subgrupo, composições e etc. Geralmente todos os processos da empresa estão atrelados ao estoque. Dedique muita atenção para essa etapa.
Treinar os módulos de vendas e compras ficam mais fáceis quando os cadastros de produtos estão bem definidos. Procure sempre envolver os setores para que no dia da implantação não encontrem dificuldades.
Treinamentos dos módulos específicos devem ser ministrados para cada responsável do setor, o que recomendamos é que todas as rotinas da empresa sejam simuladas nesta fase. Alimentem o sistema com notas reais de entrada, reproduzam uma venda real, emitam documentos fiscais em modo de homologação, todas essas rotinas irão capacitar e dar sustentação a implantação do software.
Em alguns casos importações ou migrações de informações podem acontecer. Procure sempre conferir os dados pós migração, a fim de identificar erros antes do sistema estar operando, pois um descuido nesse processo bem provável que a implantação deverá ser abortada. Isso pode trazer prejuízos para a empresa.
Dicas